Artigo escrito

  • em 10.08.2009
  • às 03:35 PM
  • por sebraerj

Princípios básicos na gestão de pessoas 11

ago10

Segundo especialista, cerca de 70% dos gerentes ou empresários não têm perfil de liderança. Confira 13 conselhos que podem ajudar a melhorar o desempenho dos profissionais na gestão das pessoas.

Quase toda semana recebemos solicitações de empresários, diretores, gerentes e até de estudantes; de sugestões e dicas para aumentar a produtividade, o comprometimento das pessoas, como solucionar os problemas e dificuldades operacionais das empresas, como melhorar a harmonia entre sócios (e parentes) ou simplesmente perguntam o que fazer para aumentar as vendas.

A maioria das empresas que tem este tipo de problemas (oportunidades de melhoria), tem sérias dificuldades em uma área até agora pouco valorizada: gestão de pessoas e especificamente de relacionamentos e até de uma direção motivadora. Pelo menos 70% das raízes destes sintomas residem na pouca (ou nenhuma) habilidade do gerente ou empresário em dirigir pessoas.

Com freqüência escutamos executivos falar sobre a importância de conhecer o cliente, conhecer os concorrentes, fusões, parcerias estratégicas etc.; porém, muito pouco se faz para conhecer melhor cada um de seus colaboradores internos, para desenvolver uma comunicação eficiente e eficaz e ainda extrair o máximo de seu potencial individual e das respectivas equipes.

Estas são algumas dicas para quem precisa melhorar o relacionamento com seus subordinados, o desempenho da sua organização e até para quem está na beira da falência. São algumas das nossas lições aprendidas ao longo de 22 anos de trabalho em diversas empresas de todos os segmentos e tamanhos, onde temos testemunhado diferentes estilos de relacionamentos e de direção. De uma forma geral podemos classificá-las assim: 68% ruins, 24% regulares e 8% boas, num universo de quase 100 organizações.

Leia, avalie (questione-se) e veja se alguns dos seguintes conselhos podem lhe ajudar a melhorar o desempenho como gestor de pessoas:

1. Procure mais elogiar do que criticar as pessoas. De uma forma geral, nos dirigimos mais para as pessoas, quando é para repreender. Nossa tendência é mais reativa do que pró-ativa.
2. Quando elogiar, que seja sincero e oportuno. Esteja atento e aproveite quando a oportunidade aparecer.
3. Um elogio sincero e oportuno, apaga uma multidão de defeitos… Pense nisso!
4. Quando se apresentem vagas, sempre que possível, aproveite o pessoal interno (já conhecido), sempre e quando esteja qualificado para a vaga em questão. Quando não for o caso, delegue a um profissional experiente o recrutamento e seleção com base num perfil estrategicamente definido. Evite contratar por simpatia pessoal.
5. Exigir que seus subordinados pensem e ajam como você, não vai adiantar muito, tente melhor explicar para eles o que espera de cada um, avalie seu desempenho e reconheça publicamente seus esforços.
6. Chamar a atenção a um colaborador às vezes é necessário, apenas faça-o em particular. Os outros não precisam saber disso. Lembre-se que o objetivo não é humilhar e sim corrigir uma falha, e se você demonstrar de que seu único objetivo é ajudar (e não inflamar seu ego), as melhorias desejadas irão aparecer.
7. Muitas vezes o resultado depende mais da forma como passa sua mensagem, do que seu próprio conteúdo. Procure evitar gritarias, raiva e imposição. Apenas explique.
8. Quando pedir (mandar) para fazer algo aos seus colaboradores, procure explicar os motivos e o quanto isso é importante para a empresa. Evite tom agressivo, ou parecer que é uma imposição – mesmo pagando o salário em dia.
9.Quase todos os seres humanos temos traumas e crenças que limitam nosso desempenho, para elevar o nível de desempenho de seus colaboradores e incentivar a criatividade e inovação, faça de tudo para aumentar a auto-estima de cada um.
10. Se você está pensando em colocar um negócio (passar de empregado para patrão), deveria ser mais exigente consigo próprio e se questionar muito, principalmente na área de relações interpessoais, pois agora vai passar a depender mais dos outros.
11. Cuidado com o julgamento da hipocrisia dos outros, se estas pessoas aparecerem muito na sua vida, provavelmente é por que você não está sendo transparente, justo e integro em seus relacionamentos.
12. Aproveite a autoridade que tem para edificar e deixar gratas lembranças nas pessoas e principalmente jamais se proveito dela para beneficio próprio.
13. Tenha a coragem de reconhecer quando estiver errado e a grandeza de mudar quando necessário, ensinando seus subordinados a sair da “zona de conforto” e lutar pelos objetivos deles e da empresa. Faça com que suas ações sejam coerentes com o discurso.

_______________________________________________________________________________________

Sobre o autor: Federico Amory é especialista em reestruturação organizacional, gestão de pessoas e de mudanças e consultor da Amory Serviços S/C Ltda. Visite o site do autor em  http://www.empresa-eficaz.com.br
Este texto é de responsabilidade do seu autor não refletindo, necessariamente, a opinião do Sebrae/RJ.
Texto gentilmente cedido pela revista HSM online. Viste o site da HSH em http://br.hsmglobal.com/

Acompanhe os comentários via RSS

Existem 11 comentários para este assunto

  1. gilmar disse:

    seu texto é real e correto ( perfeito ) penso e tento viver com essa ideologia mas vejo varios amigos cometendo esses erros diariamente e vou me corrigindo

  2. CIDA disse:

    Gostei muito do texto. Sempre procuro “coisas” para que eu possa crescer como profissional.
    Minha mãe faleceu e eu que sempre fui uma excelente profissional 08 anos na mesma empresa , trabalho desde de 14 anos de idade, durante 2 meses fiquei altamente depressiva,virei um lixo de profissional, tudo isso me afetou muito até pq eu mesma me cobro demais . Daí a importância dos diretores e gerentes terem a coisciência que lidam com gente, não somos máquinas, pessoas tem sentimentos, não adianta dizer liga e desliga . (Tudo tem seu tempo!)

  3. Renan disse:

    Muito bem colocado pelo autor, infelizmente ainda encontramos no mercado chefes ou líderes “dinossauros”, que acham que tudo se resolve na base do “esporro”!! Penso que um bom Líder, leva o seu colaborador a ter melhores resultados através do diálogo e da motivação, ou seja, ser chefe é fácil o dificíl é saber adimistrar as pessoas!!!

  4. grupo gestão de pessoas SEBRAE disse:

    Fizemos o curso e chegamos a conclusão de que para se ter etica
    e necessario ter cuidado com preconceito utilizando sempre o sigilo profissional pois etica e moral sempre andam juntas para evitar imparcialidades e favorecimentos entre os colaboradores visando minimizar injustiças com transparencia e honestidade…..sendo um observador nato respeitando os limites e as diferenças de cada um formando uma equipe motivadora e comprometida…emfim a aetica influencia pessoas a capacita-las a atingirem objetivos e espirito de equipe…..

  5. Erica disse:

    Dicas, leituras, conhecimentos, são importantes para ajudar no comportamento para uma boa liderança.
    É muito importante o empenho e a sinceridade consigo mesmo, para obter sucesso no caminho da liderança, seja ela de um empreendimento, de uma idéia, de um grupo, ou de nos mesmos. O caminho sempre é a percepção de si mesmo e do grupo, bom senso, aceitação, perdão, distanciamento ao olhar o “espelho”, a contenção, o amor, a ética, o respeito,a humildade, coragem.
    Mesmo sabendo das dicas e das ideias, foi muito dificil ser lider e obter sucesso, ser reconhecida pelo grupo e por mim mesmo. Há muitas nuances que não considerei, que somente depois do tempo passado consegui perceber erros cometidos.

  6. livia disse:

    eu acredito que uma empresa seja ela do tamanho que for só será bem sucedida se o gestor tiver a consciencia da importancia de seus colaboradores.

  7. Rafael Araújo Moreira disse:

    Aprendi muito após ler e refletir sobre esse texto acima… é relatado fatos, posturas, comportamentos, atitudes, efim uma série de situações que vivenciamos em nosso dia à dia. Torno a dizer que tirei lições para minha vida. Sou novo no mercado empresarial foi fundamental ler e receber essas dicas.

  8. Adriana Santiago disse:

    Sou empreendedora desde que tenho consciência de mim mesma. Organizo uma pequena empresa há algum tempo e estamos em fase de franca expansão. Sinto que realmente a maior dificuldade é motivar o outro, acostumado à famigerada zona de conforto, para uma reallidade superior. Estou na batalha e estes textos nos servem muito para dar estofo ao nosso dia-a-dia.

  9. Mael disse:

    Muito legal !

  10. Jairany disse:

    Otimo

  11. Irish disse:

    Maintain the helpful job and generating the group!

    http://0755600910/

Por favor, sinta-se livre para comentar

* campos obrigatórios

Assuntos mais buscados

Administração de recursos humanos Administração do tempo Atendimento ao cliente Capital de giro Comércio eletrônico Comércio eletrônico para micro e pequens empresas Crédito Custos Empreendedor individual Empreendedorismo Estratégia Faturamento Finanças Franquia Gestão de estoques Gestão de pessoas Gestão do conhecimento Gestão empresarial Informática Inovação Internet Legislação trabalhista Lucro Mão de obra Marketing Meio ambiente e sustentabilidade Mercado Negociação Pesquisa de mercado Planejamento Plano de negócios Podcast Precificação Produtividade Propaganda Publicidade Qualidade Responsabilidade Social Tecnologia Tendência Tratamento tributário Tributos Vídeo Varejo Vendas