Artigo escrito

  • em 12.09.2008
  • às 10:55 AM
  • por sebraerj

A pequena empresa e as competências do empreendedor – I 14

set12

Como o próprio nome indica, as Competências Técnicas abordam aspetos relativos ao “como se faz” do negócio, explorando os itens: Comercialização, Vendas, Atendimento, Técnicas de Produção, Gestão da Qualidade, Otimização dos Recursos, Controles Financeiros, Formação de Preços, Logísticas e Distribuição.
Todo empresário, inclusive o da pequena empresa, deve procurar aprimorar mais e mais essas competências.
Estaremos aqui procurando trocar algumas idéias relativas a essas competências para que esse aprimoramento se torne mais claro e viável.

- Comercialização, Vendas e Atendimento
Essas competências têm sua importância, pois uma empresa que não consegue buscar conhecer as diferentes maneiras de disponibilizar seus produtos no mercado e ainda dominar de forma profissional as técnicas de venda, e as estratégias de comercialização dos mesmos dificilmente terão sucesso no mercado. Ainda aqui é preciso conhecer o comportamento desse mercado e a visualização de eventuais oportunidades. Dentro deste enfoque, é preciso lembrar que hoje, devido às exigências cada vez maiores do consumidor, o atendimento se torna peça chave no processo de comercialização e venda. Esse atendimento é que poderá encantar ou não seu cliente, tornando-o um vendedor ativo de sua empresa ou não.

- Técnicas e Produção
Todo empresário, inclusive o das pequenas empresas necessita dominar de forma tácita e explícita as técnicas de obtenção de seus produtos, seja ele um bem ou um serviço. Inclusive deve aprimorar constante e regularmente todos os processos. Desta forma o empresário necessita elaborar um planejamento dos recursos disponíveis para que consiga um índice de produtividade que torne sua empresa mais competitiva.
O aprimoramento contínuo torna-se imprescindível para que o empresário consiga visualizar as novas tecnologias, que a cada dia são disponibilizadas através de instituições e órgãos específicos, além de procurar participar de cursos que visam levar até os empresários as técnicas mais modernas e atuais.

- Gestão da Qualidade e Otimização dos Recursos
No que se refere a essas duas competências, há que se concentrar basicamente na mudança de cultura da empresa ou na gestação de uma cultura organizacional compatível com o mundo atual. Para tanto o empresário pode fazer uso de algumas ferramentas que auxiliem no aprimoramento da qualidade de seus produtos ou serviços e na redução dos desperdícios visíveis ou invisíveis, como por exemplo os energéticos. Uma ferramenta de fácil aplicação, de resultados quase que imediatos e que praticamente todos conhecem, são os “5S”, ou os cinco sensos japoneses.

- Controles Financeiros e Formação de Preços
O empresário iniciante ou o que já está com sua empresa em franca atividade necessita conscientizar-se de que é imperioso separar as contas bancárias: a da pessoa física da conta da pessoa jurídica. Conhecer e dominar os custos variáveis e os fixos de sua empresa. Daí irá ser bem sucedido nas análises financeiras da empresa através dos controles, das previsões e análise do caixa da empresa. Os parâmetros acima irão subsidiá-lo na formatação dos preços de seus produtos ou serviços e ainda na determinação do ponto de equilíbrio.

- Logística e Distribuição
Trata-se do conhecimento e do domínio que deverá ter o empresário dos princípios básicos e lógicos para uma distribuição de seus produtos e oferecimento de seus serviços, desde a entrada dos recursos necessários até o atendimento efetivo do cliente.

Concluindo, é necessário ressaltar que o empresário tenha, antes de mais nada, uma noção bastante clara que ser empresário hoje está longe de ser o empresário de cinqüenta anos atrás. Lá uma pessoa iniciava um “negócio” e ele prosperava, quase que naturalmente. Hoje há que se desenvolver de forma profissional suas competências e as competências técnicas são um importante conjunto delas.

_______________________________________________________________________

1- Este artigo é de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es), não refletindo, necessariamente, o ponto de vista do Sebrae
2- sobre o autor: Arivaldo Hallgrem e consultor do Sebrae-SP

Acompanhe os comentários via RSS

Existem 14 comentários para este assunto

  1. Elieth Enes disse:

    Me interessei pelo artigo pois estamos montando um projeto na escola a qual trabalho sobre Empreendedorismo e Sustentabilidade.
    Nesse artigo cita os 5s e estamos também discutido sobre o assunto.
    Solicito se possível informações que eu possa trabalhar com alunos de 5 a 14 anos dentro desse projeto.
    Um abraço e parabéns pelo artigo.
    Elieth Enes

  2. Jobson Lavras disse:

    Gostei muito da matéria, tenho um pequeno negócio e não consigo levar meu negócio como deveria. Seria possível uma matéria mais abrangente sobre o assunto ou até mesmo indicação de algum livro que colocasse passo a passo cada fase relacionada nesta matéria?

  3. ELENYR disse:

    Muito boa esta matéria, pode me ajudar, mande-me algo sobre aliança estratégica, parceria com Bancos para desenvolver um produto exclusivo para melhor atender ao varejo, lojas de menor porte, fora das franquias e redes de lojas.
    Parabéns, sucesso.

    Atenciosamente,

    Elenyr

  4. Márcia Brandão disse:

    Amo receber esses artigos, tem me ajudado muito!!! Parabéns pelos trabalhos de vcs!!!

  5. José Teixeira disse:

    Como autônomo comecei a ver essa necessidade de desenvolver-me em cada item citado. Para isso dividi meu trabalho como se fossem os vários departamentos de uma empresa e, tratei de ver os problemas de cada área e aprimorar cada uma delas. Gostaria de passar esta experiência para outras pessoas que estejam começando, e precisam ser auto suficientes.

  6. ideusa disse:

    tenho uma pequena Empresa no ramo de Pizzaria e gosto muito dessas matérias, isso me ajuda muito a cada dia buscar mais conhecimento. obrigado!

  7. Jorge disse:

    O artigo contribui na minha trajetória de empresário no ramo de colchões terapêuticos. Talvez pudesse explicitar mais sobre os 5 s. Mas, agradeço a matéria informativa. Grato!

  8. Márcia Perin disse:

    Gostaria de agradecer pelas ótimas matérias que vcs passam. Tem me ajudado muito, pois soi uma empreendedora no ramo de bordados eletronicos…e como muitos tenho enfrentado dificuldades na administração. Sobre os 5S…quem puder pesquise na internet…estou seguindo…ajuda muito na organização de uma empresa….

  9. Eli disse:

    Antes de iniciar a empresa Eu já me preparava para enfrentar uma grande batalha e, se não superou minhas espectativas estou sentindo na pele que é uma batalha dura.
    Nós, pequenos empresários buscando sempre reduzir ao máximo os custos precisamos bater o escanteio, cabecear e fazer o gol. É o que Eu digo pros amigos: trabalho muito, ganho o suficiente e me divirto.
    Brincadeiras a parte, obrigado a equipe do Sebrae por proporcionar a nós o acesso a informações importantes.

    Abraços.

  10. Evanilda disse:

    Gostaria de saber quais as vantagens e os gastos
    para se tornar microempreendedor com o SEBRAE.

  11. arlete disse:

    agradeço pelos artigos sempre bem atual
    tem me ajudado bastante
    continuem assim

  12. Wilson Rufino disse:

    É minha leitura diaria antes de ir para a empresa

  13. Edvaldo Rangel disse:

    Gostei do artigo, gostaria que se tiver maiores informações a respeito gostaria que me enviasse…

  14. Sidney Sávio disse:

    Gostei da matéria também. Assim como o amigo Jobson citou, também como primeiro ano como empresário, não levei tão a sério meu negócio como deveria, principalmente nem não separar as despesas fixas e variáveis da empresa das despesas pessoais. Me trouxe um transtorno imenso, mas aprendi a lição. Como citou o Eli, também me esforço muito, bato o escanteio, cabeçeio e faço o gol. E o pior meu sócio majoritário(Governo) só me leva o dinheiro e não me ajuda em nada.

Por favor, sinta-se livre para comentar

* campos obrigatórios

Assuntos mais buscados

Administração de recursos humanos Administração do tempo Atendimento ao cliente Capital de giro Comércio eletrônico Comércio eletrônico para micro e pequens empresas Crédito Custos Empreendedor individual Empreendedorismo Estratégia Faturamento Finanças Franquia Gestão de estoques Gestão de pessoas Gestão do conhecimento Gestão empresarial Informática Inovação Internet Legislação trabalhista Lucro Mão de obra Marketing Meio ambiente e sustentabilidade Mercado Negociação Pesquisa de mercado Planejamento Plano de negócios Podcast Precificação Produtividade Propaganda Publicidade Qualidade Responsabilidade Social Tecnologia Tendência Tratamento tributário Tributos Vídeo Varejo Vendas